Website Administrator

Nota Biográfica
João Manuel Gonçalves Martins, nasceu no dia 31 de Janeiro de 1953, em S. Sebastião da Pedreira - Lisboa, Portugal. Cresceu na cidade do Barreiro, onde reside e iniciou o exercício profissional.

Formador Certificado pelo Departamento de Certificação do Instituto de Emprego e Formação Profissional em 1998, e atribuído pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua em 2001.

Reconhecimento internacional:
- 1988 - Ganhou os dois primeiros prémios, em duas categorias a concurso, pelos seus trabalhos. No concurso mundial de serigrafia “GOLDEN SQUEEGEE Awards Competition, patrocinado pela SPAI - Screen Printing Association International”:
• 2 - “GOLD Awards of Excellence” in two categories, “Other Textile Products” and “Displays/Exhibits”,
• 2 - “SILVER Awards of Distinction” in two categories, “Other Textile Products” and “Displays/Exhibits”.

- 1992 - Recebeu o "FESPA Board thanks Award", no decorrer da Assembleia Geral da FESPA - Federation of European Screen Printers Associations, em Cascais, 1 a 4 Outubro.
- 2002 - Foi Jurado internacional em Madrid, - “FESPA 2002 PREMIER Awards Competition - The ‘OSCARS’ of the SCREENPRINTING and WIDE FORMAT DIGITAL PRINTING WORLD.
- 2005 - Foi Jurado internacional em Munich, - “FESPA 2005 PREMIER Awards Competition - The ‘OSCARS’ of the SCREENPRINTING and WIDE FORMAT DIGITAL PRINTING WORLD.

>> Saiba mais

Content Posted by Website Administrator

Introdução

Bem-vindo ao sítio Grafyarte !

Grafyarte é um sítio Web que disponibiliza informação relevante sobre o sector da serigrafia de forma transparente e honesta, independentemente da Marca.

FESPA - History, Purpose and Vision

O objetivo é a partilha do conhecimento técnico, permitindo que as Marcas comuniquem com o seu público-alvo e sejam capazes de se aproximar cada vez mais das pessoas, facilitando a aprendizagem da serigrafia, em qualquer das suas áreas de aplicação.

Grafyarte 

 Projeto desenvolvido por Joao Martins

Serigrafia - Um Processo sem Inventor

Se a tipografia tem o seu Gutenberg, a litografia tem o seu Luis Senefelder, se cada processo ou método tem o seu inventor, a serigrafia demarca-se logo das restantes técnicas de reprodução por não ter nenhuma personalidade histórica como símbolo. Mas afirma-se como a técnica de reprodução mais antiga do mundo, já que se desenvolveu com base no ancestral processo de repetição de imagens utilizado por homens das diversas épocas culturais, desde tempos imemoriais...